Quem cria dois, cria três!

E é acreditando nesse ditado que, finalmente, estou tirando da incubadora mais esse filhote.

Não que Isabela e Davi já não me dêem trabalho, prazer, preocupações, alegrias e tudo o que vem no pacote suficientes. É que já há algum tempo tenho sentido vontade de registrar sentimentos, histórias, a vida. Gosto da idéia de compartilhar isso. Gosto de imaginar que meus filhos também terão esse registro.

Também tem o fato de, semana passada, durante uma TPM absurda, resolvi que tinha que fazer algumas coisas: arrumar minha dispensa, organizar minhas fotos, marcar hora com meu médico para tratar da TPM (que piorou depois que tive filhos) e começar de vez com o blog.

E foi durante esse processo de "organização" da vida e do blog que me dei conta de que muita coisa na minha vida se desenrola por causa da famigerada TPM. É uma fase do "basta, preciso fazer alguma coisa". Não quer dizer que nesse período eu saia por aí distribuindo bofetadas e falando cobras e lagartos aos desavisados. Não que eu já não tenha feito isso. Mas quero deixar claro que, quando faço, são atitudes totalmente justificáveis. Acompanha comigo:

Semana passada, estava eu com Davi e Isabela na consulta mensal do pequeno. Como estava sem carro já há um mês porque um motorista barbeiro de ônibus bateu na minha traseira (com meus 2 filhotes dentro do carro) tive que sair de casa com quase 2 horas de antecedência para pegar os ônibus. Aproveito para registrar aqui minha admiração e respeito a todas as mães que dependem de transporte coletivo. Vocês são demais... mesmo! Só Deus pra me manter controlada com duas crianças e ônibus lotado!

Continuando...cheguei 5 minutos antes do meu horário e dei início aos procedimentos: entrego a carteirinha para Rosa, a secretária, enquanto tomo um copo de água para me recompor e me preparo para esperar sabe Deus quanto tempo até me chamarem.

De repente surge uma mãe, toda esbaforida, daquelas que adoram falar alto. Neste momento Rosa estava vendo na agenda do pediatra os horários para as consultas de agosto e setembro que eu queria já deixar agendados. Mas essas mães esbaforidas não sabem aguardar... Ela simplesmente e literalmente pulou na minha frente falando que o Dr. precisava atender o filho dela pq eles iriam viajar na manhã seguinte, e que era urgente, etc e tal. Enquanto Rosa saia da sala, o filho vira para a mamãe e diz: "Mas a gente não ia no cinema?" E a mãe responde com a maior cara lavada: "Não filho. Nós vamos no cinema amanhã à tarde." Hellowww. O que aconteceu com a viagem, minha gente?!?!

Lembrem-se: eu estava na TPM e acompanhei toda a conversa!

Nisso, volta Rosa e diz que o Dr. irá encaixar o menino para consulta. Minha vista escureceu. Não pensei. Só falei: "Rosa, se o Dr. vai atender, problema dele... mas na minha frente NÃO!!!"

A mãe (desavisada) ainda vira pra mim e pergunta: "o que é que vc tem a ver com isso?"

E eu respondi com a maior calma (fingida) do mundo: "tudo. Eu ouvi onde vc vai amanhã à tarde com seu filho. Só não ouvi qual filme vocês vão assistir." E Rosa olha pra mim com aquela cara de "a mulher tava me enganando então..."

Resultado: Davi foi consultado, outras crianças foram colsultadas, e quando saí de lá, a mulher ainda estava esperando. Mas a cara não era mais lavada, e sim de quem queria matar alguém. Uiiii.

Agora fala sério! Totalmente justificável, não acha? Se o piá tivesse doente, ainda vá lá, mais furar fila, na cara dura, nem em estados hormonais normais!!!

Eu ainda peguei leve porque ela não tentou roubar meu celular como fez um cara dentro do ônibus enquanto eu estava com Davi no colo (durante outro período de TPM). Mais isso eu conto em outro post :)

Agora para te dar boas vindas, seguem lindas fotos de tulipas, minhas preferidas. Vi esse campo repleto delas lá no blog Oh Happy Day, que eu gosto tanto e acompanho sempre.

Bom final de semana :)










2 comentários:

Unknown 1 de agosto de 2011 10:24  

Que delícia.
Adorei o jeito que você escreve!
:)

E olha, eu não tenho TPM, mas sou nervosa o mês inteiro... rs... e também não tenho paciência com esbaforidas não.

E num dia como hoje, eu não consigo parar de pensar nas màes que dependem do transporte público. Com essa chuvarada, tem que ter muita energia e muita disposição, viu? Admiro demais essas mães!

Um beijo.
Sucesso para o blog!!!
Lahna.

Ana Carolina 2 de setembro de 2011 17:57  

Oba, comecei com o pé direito!

Adoro seu blog e acompanho sempre, por isso fiquei muito feliz de vc ter "estreiado" os comentários!

Seja sempre bem vinda Lahna!
E comente sempre!

;)

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares

Ocorreu um erro neste gadget

  © Mulher, Mãe, Filha e Cia

Design by Emporium Digital